Aula 9 – A Cozinha de Frankfurt – 1926

Para download da aula em formato Word, clique aqui: AULA 9

3

Dentro dos estudos funcionais e de eficiência, a cozinha vir um espaço de amplos estudos no inicio do Movimento Moderno. Trata-se do espaço neurálgico, sobre o qual é são feitos inumeráveis esforços para melhorar a enorme quantidade de tarefas que acolhe. Estudos comparativos dos movimentos realizados na cozinha erem comuns. Exemplo da época a imagem acima, estudo: a esquerda, cozinha tradicional, com todos os complexos deslocamentos necessários para uma tarefa doméstica, na direita da imagem, simplificação dos movimentos através de um “estudo de eficiência”;

 

Dentro desta linha de trabalho, Ernst May, arquiteto encarregado na prefeitura de Frankfurt da construção de novas moradias após a I Guerra Mundial, foi solicitado para a construção de um grande número de moradias mínimas nos anos vintes.  Sendo assim, encarregou a Margarete Scütte-Lihotzky uma cozinha sob os princípios de eficiência e economia, apropriada para apartamentos para classe média: uma cozinha pequena e confortável com um espaço de apenas 3,50m x 1,90m mas aonde se consegue resolver todas as  tarefas domésticas.

1

 Cozinha de Frankfurt (Frankfuert, a9126) de Margarete Shütte Lihotzky

Shütte Lihotzky realizou um detalhado estudo dos movimentos necessários para realizar as tarefas domésticas dentro da cozinha: observa-se um banco para trabalhar sentado, de forma confortável, estrategicamente colocada sob uma janela para receber boa luz. Diferentes dispositivos facilitam os processos, como as gavetas dos tempeiros (numero 11 da imagem), situados a justamente em frente ao fogão (numero 3 da imagem).

2

 Cozinha de Frankfurt.Uma mesa de passar roupa podia abrir-se em frente a pia. Entre o fogão (correspondente ao número 3 na planta) e os temperos (número 11) podia inscrever-se um circulo correspondente ao giro do movimento do corpo para pegar as gavetas dos temperos, possibilitando “espaços circulares de trabalho” 

6

 Cozinha de Frankfurt.

Reformada recentemente e planejada sob as idéias do “ Taylorismo” e os avanços dos estudos da “Engenharia da Eficiência”, onde prevalece um cuidadoso estudo racional dos movimentos e deslocamentos para realizar atividades. A cor azul era derivada de um estudo cromático: ela repelia os insetos.

Foram realizados estudos de “Tempo e Movimento” do corpo humano para elaboração de pratos, com finalidade de aumentar a produtividade; o objetivo era “poupar passos”, no sentido literal (menos movimentos) e metafórico (poupar tempo).

Foram instaladas por volta de 10.000 unidades. Nenhuma cozinha podia ser feita de forma diferente em Frankfurt nessas datas.

 


4

Gaveteiros dos temperos, derivados de um cuidadoso estudo que calculava os movimentos da mão para colocar um tempero na panela. Esquerda, movimento complicado da mão para abertura de um pote tradicional de tempero. Direita, simplificação do movimento e “poupança de passos” com o uso das gavetas de temperos de Shütte Lihotzky.

8

Croqui de Margarete Scütte-Lihotzky. Mostra a ideia de facilitar o movimento da mão no momento de colocar o temoeiro na panela, poupando tempo e esforço.
.

5

Vista da Cozinha de Frankfurt. Observe como o escorredor de pratos fica estrategicamente colocado sobre uma superfície inclinada que leva a água para pia. A lâmpada pendurada sobre um trilho, possibilita o deslocamento para qualquer parte da cozinha.  

 

 

A cozinha de Frankfurt representa um ponto importante na historia da cozinha,: trata-se de inserção do desenho baseado no conforto, eficiência e economia.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s